A ponta entrou mais fácil.
E quanto mais avançava mais eu queria.A impressão de quero mais.Só a pornstar bate-papo de sexo cabecinha, mãe, eu juro.Limpei o rego, melado de margarina.Tenho curiosidade de saber, como é ser enrabada para um homem bem dotado.Vai, deixa só um pouquinho.Corri para o banheiro, joguei a cenoura no lixo.O Caio empurrou e a ponta entrou, me fazendo ver estrelas.
Peguei o gel e o deixei ainda mais lubrificado.
Bem devagar, só um pouquinho!O vegetal alargando o meu olhinho do cu, virgem, causava um calor estranho, melando lá na frente, na boceta.Meu filho foi para o banheiro, com certeza para se masturbar.Podes ajudar-me a ficar popular e famoso mundialmente!Tentei achar um bem fino, sem sucesso.A cada saída, aquela sensação gostosa do tarugo escorregando, levando minhas entranhas para fora e a cada enterrada, a ardência forçando a pressão que lutava para expulsar o intruso, preenchendo por inteiro meu cuzinho estreito e incendiado.


[L_RANDNUM-10-999]